Saiba como configurar seu servidor de relatório para a autenticação Kerberos para fontes de dados usadas em relatórios do Power BI para um ambiente distribuído.

O Servidor de Relatório do Power BI inclui a capacidade de hospedar relatórios do Power BI. A única fonte de dados com suporte no momento é o Analysis Services usando uma conexão dinâmica. Não há nenhuma opção para usar uma credencial armazenada.

É possível instalar o Servidor de Relatório do Power BI, SQL Server e o Analysis Services em um único computador e tudo deve funcionar sem configuração adicional. Isso é ótimo para um ambiente de teste. Talvez ocorram erros se esses serviços estiverem instalados em computadores separados, o que é chamado ambiente distribuído. Nesse ambiente, é necessário usar a autenticação Kerberos. Há uma configuração necessária para implementar isso.

Especificamente, será necessário configurar a delegação restrita. O Kerberos pode estar configurado em seu ambiente, mas ele não pode ser configurado para a delegação restrita.

Erro ao executar o relatório

Se seu servidor de relatório não estiver configurado corretamente, você receberá o seguinte erro.

Something went wrong.

We couldn’t run the report because we couldn’t connect to its data source. The report or data source might not be configured correctly. 

Nos detalhes técnicos, você verá a seguinte mensagem.

We couldn’t connect to the Analysis Services server. The server forcibly closed the connection. To connect as the user viewing the report, your organization must have configured Kerberos constrained delegation.

Configurando a delegação restrita de Kerberos

Há vários itens que precisam ser configurados para que a delegação restrita de Kerberos funcione. Isso inclui o SPN (Nomes de Entidade de Serviço) e configurações de delegação em contas de serviço.

Observação:

Para definir configurar SPNs e definir configurações de delegação, é necessário ser um administrador de domínio.

Será necessário configurar ou validar o seguinte.

  1. Tipo de autenticação na configuração do Servidor de Relatório.

  2. SPNs para a conta de serviço do servidor de relatório.

  3. SPNs para o serviço do Analysis Services.

  4. SPNs para o serviço do SQL Browser no computador do Analysis Services. Isso é apenas para instâncias nomeadas.

  5. Configurações de delegação na conta de serviço do servidor de relatório.

Tipo de autenticação na configuração do Servidor de Relatório

É necessário configurar o tipo de autenticação para que o servidor de relatório possibilite a delegação restrita de Kerberos. Isso é feito dentro do arquivo rsreportserver.config. O local padrão desse arquivo é C:\Program Files\Microsoft Power BI Report Server\PBIRS\ReportServer.

No arquivo rsreportserver.config, você encontrará a seção Authentication/AuthenticationTypes.

Queremos garantir que o RSWindowsNegotiate esteja listado e seja o primeiro na lista de tipos de autenticação. Ela deve ser semelhante à seguinte.

<AuthenticationTypes>
    <RSWindowsNegotiate/>
    <RSWindowsNTLM/>
</AuthenticationTypes>

Se fosse necessário alterar o arquivo de configuração, você teria que parar e iniciar o servidor de relatório para garantir que as alterações entrem em vigor.

Para obter mais informações, consulte Configurar a Autenticação do Windows no servidor de relatório.

SPNs para a conta de serviço do servidor de relatório

Em seguida, é necessário garantir que o servidor de relatório tenha SPNs válidos disponíveis. Isso se baseia na conta de serviço configurada para o servidor de relatório.

Conta de serviço virtual ou de Serviço de Rede

Se seu servidor de relatório estiver configurado para a conta Serviço de Rede ou Conta de Serviço Virtual, você não deverá fazer nada. Elas estão no contexto da conta de computador. A conta de computador terá SPNs HOST por padrão. Elas abordarão o serviço HTTP e serão usadas pelo servidor de relatório.

Se você estiver usando um nome do servidor virtual, que não seja o mesmo que a conta de computador, as entradas HOST não abrangerão você e será necessário adicionar manualmente os SPNs para o nome de host do servidor virtual.

Conta de usuário de domínio

Se seu servidor de relatório estiver configurado para usar uma conta de usuário de domínio, será necessário criar manualmente os SPNs HTTP nessa conta. Isso pode ser feito usando a ferramenta setspn que vem com o Windows.

Observação:

Será necessário ter direitos de administrador de domínio para criar o SPN.

É recomendável criar dois SPNs. Um com o nome NetBIOS e outro com o FQDN (nome de domínio totalmente qualificado). O SPN deve estar no seguinte formato.

<Service>/<Host>:<port>

O Servidor de Relatório do Power BI usará um Serviço de HTTP. Para SPNs HTTP, você não listará uma porta. O serviço que estamos interessados aqui é HTTP. O host do SPN será o nome usado em uma URL. Normalmente, esse é o nome do computador. Se você estiver atrás de um balanceador de carga, isso pode ser um nome virtual.

Observação:

É possível verificar a URL examinando o que você digitar na barra de endereços do navegador ou é possível procurar no Gerenciador de Configurações do Servidor de Relatório na guia URL do Portal da Web.

Se o nome do computador for ContosoRS, seus SPNs serão o seguinte.

Tipo de SPN SPN
FQDN (nome de domínio totalmente qualificado) HTTP/ContosoRS.contoso.com
NetBIOS HTTP/ContosoRS

Local do SPN

Então, onde colocar o SPN? O SPN será colocado no que você estiver usando para sua conta de serviço. Se você estiver usando a Conta de Serviço Virtual ou o Serviço de Rede, isso será a conta do computador. No entanto, mencionamos antes que você só deve fazer isso para uma URL virtual. Se você estiver usando um usuário de domínio para a conta de serviço do servidor de relatório, coloque o SPN nessa conta de usuário de domínio.

Por exemplo, se estivermos usando a conta de Serviço de Rede e o nome do computador for ContosoRS, colocaremos o SPN em ContosoRS.

Se estivermos utilizando uma conta de usuário de domínio de RSService, colocaremos o SPN em RSService.

Usando o SetSPN para adicionar o SPN

Podemos usar a ferramenta SetSPN para adicionar o SPN. Vamos seguir o mesmo exemplo que o de cima com a conta do computador e a conta de usuário de domínio.

Colocar o SPN em uma conta de computador para o SPN FQDN e NetBIOS seria semelhante ao seguinte se estivéssemos usando uma URL virtual de contosoreports.

  Setspn -a HTTP/contosoreports.contoso.com ContosoRS
  Setspn -a HTTP/contosoreports ContosoRS

Colocar o SPN em uma conta de usuário de domínio, para o SPN FQDN e NetBIOS, seria semelhante ao seguinte se estivéssemos usando um nome de computador para o host do SPN.

  Setspn -a HTTP/ContosoRS.contoso.com RSService
  Setspn -a HTTP/ContosoRS RSService

SPNs para o serviço do Analysis Services

Os SPNs do Analysis Services são semelhantes ao que fizemos com o Servidor de Relatório do Power BI. O formato do SPN será um pouco diferente se você tiver uma instância nomeada.

Para o Analysis Services, podemos usar um serviço de MSOLAPSvc.3. Especificaremos o nome de instância do local da porta no SPN. A parte de host do SPN será o nome do computador ou o nome virtual do Cluster.

Um exemplo de um SPN do Analysis Services teria a seguinte aparência.

Type Format
Instância padrão MSOLAPSvc.3/ContosoAS.contoso.com
MSOLAPSvc.3/ContosoAS
Instância nomeada MSOLAPSvc.3/ContosoAS.contoso.com:INSTANCENAME
MSOLAPSvc.3/ContosoAS:INSTANCENAME

A colocação do SPN também é semelhante ao que foi mencionado com o Servidor de Relatório do Power BI. Ele se baseia na conta de serviço. Se você estiver usando o Sistema Local ou o Serviço de Rede, você estará no contexto da conta de computador. Se você estiver usando uma conta de usuário de domínio para a instância do Analysis Services, coloque o SPN na conta de usuário de domínio.

Usando o SetSPN para adicionar o SPN

Podemos usar a ferramenta SetSPN para adicionar o SPN. Nesse exemplo, o nome do computador será ContosoAS.

Colocar o SPN em uma conta de computador para o SPN FQDN e NetBIOS seria semelhante ao seguinte.

Setspn -a MSOLAPSvc.3/ContosoAS.contoso.com ContosoAS
Setspn -a MSOLAPSvc.3/ContosoAS ContosoAS

Colocar o SPN em uma conta de usuário de domínio, para o SPN FQDN e NetBIOS, seria semelhante ao seguinte.

Setspn -a MSOLAPSvc.3/ContosoAS.contoso.com OLAPService
Setspn -a MSOLAPSvc.3/ContosoAS OLAPService

SPNs para o serviço SQL Browser

Se você tiver uma instância nomeada do Analysis Services, também será necessário certificar-se de que você tem um SPN para o serviço de navegador. Isso é exclusivo do Analysis Services.

Os SPNs do SQL Browser são semelhantes ao que fizemos com o Servidor de Relatório do Power BI.

Para o SQL Browser, usamos um serviço de MSOLAPDisco.3. Especificaremos o nome de instância do local da porta no SPN. A parte de host do SPN será o nome do computador ou o nome virtual do Cluster. Não é necessário especificar nada para a porta ou o nome da instância.

Um exemplo de um SPN do Analysis Services teria a seguinte aparência.

MSOLAPDisco.3/ContosoAS.contoso.com
MSOLAPDisco.3/ContosoAS

A colocação do SPN também é semelhante ao que foi mencionado com o Servidor de Relatório do Power BI. A diferença é que o SQL Browser sempre é executado na conta do Sistema Local. Isso significa que os SPNs sempre vão na conta do computador.

Usando o SetSPN para adicionar o SPN

Podemos usar a ferramenta SetSPN para adicionar o SPN. Nesse exemplo, o nome do computador será ContosoAS.

Colocar o SPN na conta de computador para o SPN FQDN e NetBIOS seria semelhante ao seguinte.

Setspn -a MSOLAPDisco.3/ContosoAS.contoso.com ContosoAS
Setspn -a MSOLAPDisco.3/ContosoAS ContosoAS

Para obter mais informações, consulte Um SPN do serviço SQL Server Browser é necessário.

Configurações de delegação na conta de serviço do servidor de relatório

A última parte que precisamos configurar são as configurações de delegação da conta de serviço do servidor de relatório. Há diferentes ferramentas que podem ser usadas para seguir essas etapas. Para os fins deste documento, continuaremos com os Usuários e Computadores do Active Directory.

Será necessário iniciar indo para as propriedades de conta de serviço do servidor de relatório nos Usuários e Computadores do Active Directory. Essa será a conta do computador, se você usou a Conta de Serviço Virtual ou o Serviço de Rede ou será uma conta de usuário de domínio.

Configure a delegação restrita com o trânsito de protocolos. Com a delegação restrita, é necessário ser explícito com relação a quais serviços queremos delegar. Adicionaremos o SPN de serviço do Analysis Services e o SPN do SQL Browser à lista à qual o Servidor de Relatório do Power BI pode delegar.

  1. Clique com o botão direito do mouse na conta de serviço do servidor de relatório e selecione Propriedades.
  2. Selecione a guia Delegação.
  3. Selecione Confiar no computador para delegação apenas a serviços especificados.
  4. Selecione Usar qualquer protocolo de autenticação.
  5. Nos Serviços aos quais esta conta pode apresentar credenciais delegadas: selecione Adicionar.
  6. Na caixa de diálogo, selecione Usuários ou computadores.
  7. Insira a conta de serviço para o serviço do Analysis Services e selecione Ok.
  8. Selecione o SPN criado. Ele começará com MSOLAPSvc.3. Se você adicionou o FQDN e o SPN NetBIOS, ele selecionará ambos. Você pode ver apenas um.
  9. Selecione OK. Agora você verá o SPN na lista.
  10. Ou é possível selecionar Expandido para mostrar o SPN FQDN e NetBIOS na lista.
  11. Selecione Adicionar novamente. Agora, adicionaremos o SPN do SQL Browser.
  12. Na caixa de diálogo, selecione Usuários ou computadores.
  13. Insira o nome do computador para o computador no qual o serviço SQL Browser está e selecione Ok.
  14. Selecione o SPN criado. Ele começará com MSOLAPDisco.3. Se você adicionou o FQDN e o SPN NetBIOS, ele selecionará ambos. Você pode ver apenas um.
  15. Selecione OK. A caixa de diálogo deverá ter aparência semelhante à seguinte, se você tiver marcado Expandido.

  16. Selecione OK.

  17. Reinicializar o Servidor de Relatório do Power BI.

Executando um Relatório do Power BI

Depois que todas as configurações acima estiverem em vigor, o relatório deverá ser exibido corretamente.

Embora essa configuração deva funcionar na maioria dos casos, com Kerberos, pode haver configurações diferentes dependendo do seu ambiente. Se o relatório ainda não for carregado, contate o suporte ou o seu administrador de domínio para investigar mais.

Próximas etapas

Manual do administrador
Início rápido: instalar o Servidor de Relatório do Power BI

Mais perguntas? Experimente perguntar à Comunidade do Power BI