Controle seu progresso e se mantenha atualizado

Ao clicar em Acompanhar progresso, você permite que a Microsoft forneça atualizações sobre os recursos de aprendizagem do Power BI a você por email. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

×

Ótimo! Você concluiu seu primeiro tópico!

Insira seu email para controlar seu progresso e se manter atualizado sobre os novos conteúdos de aprendizagem do Power BI.

Ao clicar em Acompanhar progresso, você permite que a Microsoft forneça atualizações sobre os recursos de aprendizagem do Power BI a você por email. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

×

Obrigado!

À medida que você progride na Aprendizagem Orientada, uma marca de seleção verde aparecerá ao lado de seus tópicos concluídos.

×

Você dominou os blocos de construção

Com a introdução concluída, prepare-se para mergulhar fundo!

Introdução ao DAX

Próximo Tópico

Tipos de cálculo do DAX

Continuar

Assistir Novamente

Bem-vindo à seção Aprendizado Interativo do Power BI, desenvolvida para apresentá-lo ao DAX.

DAX significa Data Analysis Expressions e é a linguagem de fórmula usada no Power BI (também usada pelo Power BI nos bastidores). O DAX também pode ser encontrado em outras ofertas da Microsoft, como o Power Pivot e SSAS de Tabela, mas esta coleção de tópicos do Aprendizado Interativo se concentra em como o DAX é usado – e pode ser usado por você – no Power BI.

DAX e essa série de vídeos de Aprendizado Interativo

O objetivo desta seção Aprendizado Interativo é ensinar a você noções básicas e fundamentos do DAX – considerações sobre o DAX, como ele funciona e os recursos mais úteis, explicados (e aprendidos com muita experiência) por um renomado especialista no DAX, Alberto Ferrari.

Os vídeos apresentados nesta seção Aprendizado Interativo no DAX ensinam os fundamentos do DAX da perspectiva de como funciona a linguagem de fórmula DAX. Isso é útil ao criar fórmulas DAX do zero, mas também é muito útil para entender como o Power BI cria essas fórmulas DAX conforme você cria consultas no Editor de Consultas.

Neste vídeo – Introdução ao DAX

Os conceitos do DAX são bem simples, mas o DAX é avançado. O DAX usa alguns conceitos e padrões de programação exclusivos, que podem dificultar seu pleno uso e entendimento. As maneiras tradicionais de aprendizado de linguagens podem não ser a melhor abordagem em relação ao DAX; portanto, o objetivo deste vídeo é ensinar conceitos e a teoria que o ajudarão adiante em seu trabalho com o Power BI.

O DAX é uma linguagem funcional, o que significa que o código executado completo está contido em uma função.

No DAX, as funções podem conter outras funções aninhadas, instruções condicionais e referências de valor. A execução no DAX começa na função ou parâmetro mais interno e trabalha para fora. No Power BI, as fórmulas DAX são escritas em uma única linha e, portanto, a formatação correta das funções é importante para facilitar a leitura.

O DAX foi projetado para funcionar com tabelas e, dessa forma, tem apenas dois tipos de dados primários: Numéricos e Outros. Numéricos podem incluir inteiros, decimais e moeda. Outros podem incluir cadeias de caracteres e objetos binários. Isso significa que, se você criar a função DAX para funcionar em um tipo de número, você poderá ter certeza de que ela funcionará em todos os outros dados Numéricos.

O DAX usa a sobrecarga de operador, o que significa que é possível combinar tipos de dados em seus cálculos e os resultados serão alterados com base no tipo de dados usado nas entradas. A conversão ocorre automaticamente. Isso indica que você não precisa conhecer os tipos de dados das colunas com as quais está trabalhando no Power BI, mas também significa que, às vezes, a conversão poderá ocorrer de maneiras inesperadas. É uma boa prática entender os dados que estão sendo usados para garantir que os operadores estão se comportando como previsto.

Em particular, há um tipo de dados com o qual você provavelmente trabalhará muito no Power BI: DateTime. DateTime é armazenado como um valor de ponto flutuante com partes de inteiro e decimal. DateTime pode ser usado com precisão para cálculos de qualquer período após 1º de março de 1900.

Conteúdo do vídeo gentilmente cedido por Alberto Ferrari, SQLBI

Request demo